Vitrine

Os 10 Medicamentos de Oncologia mais Vendidos em 2016

Os 10 Medicamentos de Oncologia mais Vendidos em 2016



Os medicamentos oncológicos que compõem o TOP 10 são identificados com base nas receitas de 2015 e foi responsável por 36% do mercado total de medicamentos oncológicos.

A lista é encabeçada pelo  Avastin, um produto de oncologia fabricado pela gigante suíça; Roche. O mercado está consolidado por seis empresas, incluindo a  Roche, Celgene, Novartis, Eli Lilly e Johnson & Johnson. Em termos de receitas a lista é coberto pela Roche com 47% incluindo três produtos) na lista de top-ten. Isto é seguido pela Novartis com quatro produtos e 25% partes em lista.





Avastin® (Bevacizumab)
Usado para o tratamento colorretal avançado, da mama, do pulmão, renal, do colo do útero e ovário, e a recidiva do Glioblastoma Multiforme (GM). A demanda por Avastin foi forte, com crescimento de vendas em todas as regiões. As vendas nos EUA cresceram (+ 8%), na Europa as vendas cresceram (+ 4%) devido ao tratamento crescente de colo do útero e ováriocolorretaldo pulmão e câncer cervical. Os EUA são o maior mercado para a droga, sendo responsável por aproximadamente 47% de suas vendas globais. O crescimento internacional de 15% foi impulsionado principalmente pelo escalonamento das entregas no setor público, bem como a aprovação de novas indicações.



Herceptin® (Trastuzumab)
As vendas do Herceptin cresceram 10%, com um forte crescimento contínuo dos EUA (+ 15%), resultando no tratamento para o Câncer de Mama inicial e avançado, juntamente com Câncer Gástrico. A Ásia cresceu 21% e tem sido um dos principais motores do crescimento. Suas atividades foram significativas e garantiram o acesso dos pacientes aos medicamentos na China.



Revlimid® (Lenalidomide)
As vendas aumentaram 16% em 2015 em comparação a 2014, principalmente devido a sua indicação ter se ampliada para os casos recém diagnosticados de Mieloma Múltiplo nos EUA e Europa.




MabThera® (Rituximab) / Rituxan® (Rituximab)

Utilizado para o tratamento de Linfoma não Hodgkin, Leucemia Linfoide Crônica, Linfoma Folicular e a Artrite Reumatóide, bem como certos tipos de Vasculite associada a ANCA. As vendas dos produtos foram superiores a 5%, impulsionada principalmente pelo crescimento nos EUA (+ 7%). Internacionalmente cresceu 4%, impulsionado pelo crescimento na Europa Oriental, Oriente Médio e vendas na África e América Latina.



Gleevec® / Glivec® (Imatinib)
É uma das maiores vendas, fabricado pela Novartis. É aprovado para o tratamento de Leucemia Mieloide Crônica, uma forma rara de Câncer e Tumores do Estroma Gastrointestinal (GIST). O Glivec é responsável por aproximadamente 24% da carteira de oncologia da empresa, e 15% dos seus medicamentos farmacêuticos. A concorrência dos genéricos no Japão e alguns países da UE resultou no desaceleramento do crescimento. A empresa licenciou uma subsidiária da Sun Pharmaceutical Industries o direito de comercializar uma versão genérica do Glivec nos EUA desde 2016.



Alimta® (Pemetrexed)
Utilizado no tratamento de CNPC - Carcinoma de Pulmão de Células não Pequenas ou Carcinoma Não Especificado para pacientes com histologia de células não-escamosas. A diminuição da receita foi o resultado da demanda de preços mais baixos e o impacto desfavorável das taxas de câmbio, parcialmente compensado pelo aumento do volume. Sua patente expirou no Japão e nos principais países europeus em dezembro de 2015, enquanto que a patente nos EUA expirou em janeiro de 2017. Além disso, as vendas são suscetíveis aos genéricos dos concorrentes na Europa e no Japão.



Zytiga® (Acetato de Abiraterona)
O produto oral fabricado pela J&J é um medicamento usado no tratamento metastático, Câncer de Próstata Resistente à castração em homens em associação com Prednisona. Ele também é implantado para o tratamento de Câncer de Próstata, o segundo tipo de câncer masculino mais comum nas vendas dos EUA. O Zytiga cresceu nos EUA devido ao crescimento do mercado e o forte crescimento nos merdados da Ásia e América Latina, mas foi compensado pela redução das vendas na Europa devido à concorrência.



Tasigna® (Nilotinibe)
É um outro produto da carteira da Novartis utilizado para o tratamento de Leucemia Mieloide Crônica. A droga está aprovado em mais de 110 países para o tratamento da fase crônica e acelerada da LMC em doentes adultos resistentes ou intolerantes a outras terapias. A droga cresceu 16% em vendas anuais em 2015.



Sandostatin® (Acetato de Octreotida)
O Sandostatin é utilizado para o tratamento de Acromegalia, tumores carcinóides e outros tipos de tumores neuroendócrinos gastrointestinais e pancreáticos. Foi aprovado em mais de 50 países para o tratamento de pacientes que sofrem de tumores neuroendócrinos avançados do Midgut ou local primário desconhecido.



Afinitor® (Everolimo) / Votubia® (Everolimus)

É a última das drogas na lista TOP 10 do segmento de oncologia devido a menores receitas. A droga vem contabilizando uma taxa de crescimento anual de 10%. É usada para tratar várias condições, incluindo Câncer do RimCâncer do Pâncreas, tumores cerebrais raros na infância, e tumores benignos causados ​​pela Esclerose Tuberosa.



Leia também:




Fontes: Relatórios anuais, Registros da SEC, Sites de empresas, FiercePharma, pharmaceutical-technology.com, IMS, Forbes e Medscape.


Original: IgeaHub




Análise num Relance

Original: IgeaHub


Deixe seus comentários, compartilhe este artigo!


⬛◼◾▪ Social Media ▪◾◼⬛
• FACEBOOK • TWITTER • INSTAGRAM  • TUMBLR   GOOGLE+   LINKEDIN   PINTEREST


⬛◼◾▪ Blogs ▪◾◼⬛


⬛◼◾▪ CONTATO COMERCIAL ▪