As 50 Marcas Mais Valiosas na América Latina - Top 50 most valuable Latin American


Incluindo a brasileira Skol em 1º lugar, estão os líderes das 50 Marcas Mais Valiosas na América Latina, um grupo que num "cenário de crise", diminuiu seu valor global em 22% em comparação a 2015, de acordo com o rol de consultores WPP e Kantar Millward BrownOs ventos da incerteza global esbofetearam a economia dos Consumidores e Marcas em toda a América Latina no ano passado. 

O crescimento econômico continuou a ser lento e o preço do petróleo caiu. A flutuação do dólar e a demanda sem brilho em alguns dos principais mercados de exportação dos países LatAm também contribuiram.

Grandes mudanças políticas em diversos mercados criaram incertezas que se mostraram menos favoráveis ao investimento das empresas e negócios.

Estes são realmente tempos difíceis, mas eles também destacam as Marcas presentes com boas oportunidades únicas para construir relacionamentos fortes e significativos com os consumidores. 

Talvez o principal revés tenha ocorrido pela desvalorização do dólar, mas as marcas cresceram na percepção e posicionamento. Outro grande desafio foi sua internacionalização. Irem de empresas locais a multilatinas.

O valor da Marca é construído através da informação financeira pública das empresas, além de pesquisas sobre a percepção do consumidor. Uma metodologia de cruzamento de dados financeiros com dados de marketing. As empresas que gerenciam e desenvolvem a gestão da marca no tempo tornam-se relevantes e diferenciadas.

De acordo com o estudo, as 50 principais marcas alcançaram o valor combinado de 103,395 milhões de dólares, uma diminuição de 22% em comparação com os 131,864 milhões de dólares desse grupo em 2015.

No entanto, os 10 líderes cairam apenas14%, o que demonstra que as marcas mais valiosas e fortes podem enfrentar melhor longos períodos de crise.

No Top 10 das principais marcas regionais, como a brasileira Skol (7,782 milhões de dólares), estão outras 4 cervejas. A mexicana Corona (7,647 milhões de dólares), a brasileira Brahma (3,772 milhões de dólares), colombiana Eagle (3,486 milhões de dólares) e a mexicana Modelo (3,316 dólares), com um valor total de 26,003 milhões de dólares, um quarto de todos aqueles que compõem a lista.

A forte presença dessas empresas é em grande parte devido a importância que as celebrações têm para os latino-americanos, Eagle com uma forte relação com a Colômbia e a Skol com as celebrações no Brasil.

Este é o quarto ano consecutivo das 5 marcas de cerveja que alcançaram o Top 10 e o segundo no qual a Skol é o driver. Muito devido a sua bem-sucedida estratégia de adaptar a marca para o público jovem.

Por outro lado, os bancos tiveram o pior desempenho, depois de cairem 56% 2015-2017, refletindo a desvalorização da moeda e o humor de seus investidores, o que acabou afetando as Marcas desta categoria.

Em momentos sensíveis, Marcas muito fortes, tais como bancos, geram maior confiança no consumidor. Se não fosse por isso, o impacto talvez fosse maior.


No Peru as companhias listadas declinaram sua participação de 5% para 4% (-27% em valor) e a Argentina manteve a mesma participação de 2% ao ano (-29% em valor).


#brands #socialmedia #brandvalue #marketing #Beer #AméricaLatina #WPP #Marcas #Consumidores #LatAm #Skol #KantarMillwardBrown #Top10 #Corona #Brahma #Eagle #Modelo
:: The World´s Most Valuable Brands 2017 by Country



Deixe seus comentários, compartilhe este artigo!

⬛◼◾▪ Social Media ▪◾◼⬛
• FACEBOOK • TWITTER • INSTAGRAM  • TUMBLR   GOOGLE+   LINKEDIN   PINTEREST

⬛◼◾▪ Blogs ▪◾◼⬛
• SFE®  • SFE Tech®  • SFE Terms®  • SFE Books®  • SFE Biography®
⬛◼◾▪ CONTATO ▪
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...